A origem do Tempurá

TempuráTempurá é um prato muito popular no Japão e a receita foi trazida por jesuítas portugueses nos meados do século XVI. Segundo a tradição católica, não se deve comer carne vermelha durante a quaresma e o tempurá de legumes e frutos do mar passou a ser uma alternativa de alimentação para os missionários.

A origem do nome “Tempurá” ainda é bem controverso. Uns dizem que se originou de “Tempora”, uma palavra em latim que se traduz como “um período de tempo” e que provavelmente fazia referência aos 40 dias da Quaresma. Outros dizem que Tempura surgiu a partir da palavra portuguesa “Tempero”.

De qualquer maneira, esse prato agradou o paladar japonês e apesar da receita ter vindo do ocidente, tornou-se um dos pratos mais clássicos da culinária japonesa, tanto que até possui um kanji especifíco para denominá-lo. Quer dizer então que o tempurá é um prato japonês? Sim, pois assim como o Gyoza, que tem origem chinesa, as versões japonesas são distintamente diferentes dos pratos originais.

Os japoneses adaptaram a receita, deixando a massa mais fina, usando um óleo mais leve e acrescentando mais vegetais, até chegar ao prato que conhecemos hoje em dia.  

O Tempurá pode ser feito com uma grande variedade de legumes como repolho, berinjela, abóbora, cenoura, cebola, vagem, brócolis, etc e com peixes e frutos do mar como camarão. O segredo está na massa que deve ser bem fluida e no molho agridoce que dá sabor especial e um toque puramente japonês à receita.

Fonte: www.japaoemfoco.com

Kodai Sushi